sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Ovo de Dinossauro

O que acontecia com os ovos de dinossauros entre o momento em que eram postos e a hora de os bebês nascerem?

Os répteis, assim como dinossauros, botam seus ovos e os filhotes se desenvolvem lá dentro. Quando estão prontos, rompem a casca e nascem. Os dinossauros evoluíram de animais anfíbios, ou seja, que podiam viver tanto na água quanto na terra. Alguns anfíbios botam ovos na água, onde os filhotes se desenvolvem do mesmo modo que os girinos, na reprodução das rãs. Os répteis podem botar ovos na terra porque a casca deles é dura e resistente. Os pesquisadores acreditam que várias fêmeas podem botar ovos num mesmo ninho.

Dentro do ovo, o bebê dinossauro cresce a partir do momento da fertilização. Nessa fase, a de embrião, ele se alimenta dos componentes nutritivos do ovo. No começo, não se parece nada com um dinossauro, mas, na época em que rompe a casca do ovo, sua aparência já é uma mini cópia dos pais. Com relação a segurança, fósseis de ninhos de Maiasaura foram encontrados tão próximos uns dos outros que os cientistas julgam que as mães ficavam juntas, para unir forças contra ataques de predadores.

Alguns ninhos e restos de fósseis de hadrossauros encontrados nos EUA mostram sinais de terem sido usados mais de uma vez. A hipótese é que, depois do acasalamento, as mães regressavam aos mesmos ninhos que já haviam utilizado. Acredita-se também que os Maiasaura sentavam-se sobre os ovos para chocá-los e protegê-los. É possível até que as mamães cuidassem de seus filhotes até que estes crescessem o bastante para sobreviver por si mesmos.

É verdade que alguns dinossauros roubavam ovos de outros? Sim! Que comida melhor para um dinossauro desdentado do que um ovo? Uma vez quebrada a casca, ele podia banquetear-se com um alimento da melhor qualidade. Foi batizado de Oviraptor, que significa "ladrão de ovos", pois era exatamente o que fazia.

Um comentário: