segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Giganotosaurus

O giganotossauro (Giganotosaurus carolinii, do latim "lagarto gigante do sul") foi uma espécie de dinossauro carnívoro que viveu durante o período Cretáceo. Media até 18 metros de comprimento, 7 metros de altura e pesava entre 7 e 10 toneladas.

O giganotossauro viveu na América do Sul, mais especificamente na Patagônia, e foi um dos maiores dinossauros carnívoros que já existiram. Acredita-se que caçava em bandos, em ataques coordenados.

Por serem muito grandes, um grupo de quatro ou cinco giganotossauros poderia matar um argentinossauro. Tal comportamento é notável, pois corrobora uma teoria há muito formulada: os alossaurídeos caçavam saurópodes em grupo.


Descoberta

O giganotossauro foi nomeado por Ruben Carolini, um caçador de fósseis amador que o descobriu em 1995 próximo ao Rio Limay, na Patagônia, Argentina. A descoberta foi anunciada por Rodolfo Coria e Leonardo Salgado na revista Nature em 1995.

O esqueleto de uma das espécimes encontradas estava 70% completo e incluía o crânio, a pélvis, os ossos do pé e a maioria da espinha dorsal do animal. Um segundo espécime, um pouco maior, também foi encontrado. O maior Giganotosaurus descoberto mede 13,7 metros de comprimento e pesa 5,2 toneladas.


Paleobiologia

O crânio do espécime encontrado na Argentina media 1,95 metros, de perfil mais longo que o usual para terópodes de seu tamanho. O giganotossauro era maior que o tiranossauro, mas tinha um cérebro muito menor, que se assemelhava a uma banana em tamanho e em formato.

Seus dentes eram feitos mais para corte do que esmagamento, o que tornou sua mordida fraca em relação aos demais carnívoros de seu porte. Acredita-se que tenha um bom olfato

Classificação

O Giganotosaurus está classificado na família dos carcarodontossauros ( Carcharodontosauridae), assim como o Mapusaurus e o Carcharodontosaurus. Com a descoberta do Mapusaurus, este carnívoro e seu parente foram postos na subfamília Giganotosaurinae, por Coria e Currie em 2006.


Cultura popular

O Giganotosaurus ficou conhecido por ser maior que o lendário Tyrannosaurus rex, mas, mesmo assim, não conseguiu ofuscar o brilho da estrela do T-Rex. Embora seus fósseis estejam num museu argentino, há réplicas deste dinossauro espalhadas pelo mundo, como a que está em Sydney.

O Giganotosaurus apareceu em um dos especiais da série Caminhando com dinossauros (Walking with dinosaurs), da BBC. Outra aparição do Giganotosaurus foi no jogo Dino Crisis 2, para Playstation e computador, representando o chefão final do jogo.

Todavia, talvez infelizmente, a Capcom (produtora do jogo) exagerou no tamanho do dinossauro, pondo-o com 20 metros de comprimento e 7 metros de altura, quando este media, aproximadamente, 15 metros de comprimento e 6,5 metros de altura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário